Blog de Tradução

intercambio-em-casal
02 agosto 2017

Já ouviu falar de intercâmbio em casal?

Para fazer um intercâmbio é preciso ter coragem de se afastar, por algum tempo, de amigos, família, emprego e/ou estudo, mas nem sempre é fácil abrir mão da vida que se leva, especialmente se a decisão também implicar em ficar longe do (a) namorado (a) durante o período da viagem. Por esse motivo, muitos casais optam por viajar juntos. E nesse texto vamos destacar alguns pontos importantes de um intercâmbio em casal.

Economia no intercâmbio em casal

Fazer intercâmbio em casal não necessariamente impactará significativamente nos custos da viagem, já que os valores mais altos, de passagem e cursos, serão pagos individualmente. No entanto, observando a crescente tendência de se viajar em casal, algumas agências de intercâmbio já oferecem pacotes conjuntos, onde o custo total pode ser um pouco mais acessível. A economia também pode acontecer na hospedagem, já que algumas casas de família aceitam hospedar casais, cobrando um preço mais baixo.

Morando junto

Independentemente de a hospedagem ser em casa de família ou em algum apartamento alugado pelo casal, é importante levar em consideração que a convivência entre os dois será intensificada, já que ambos passarão a maior parte do tempo juntos. Ao mesmo tempo em que isso pode ser muito positivo para o relacionamento, aumentando os laços afetivos, também pode significar um baque, principalmente se for um casal que ainda não mora junto. Portanto, vale atenção especial a esse fator, pois será mais uma nova e intensa experiência aliada a tantas outras que o intercâmbio oferece.

Experiências compartilhadas

E, falando em experiências, morar em outro país, aprender outro idioma, conhecer e vivenciar outra cultura possibilita uma profunda transformação. E compartilhar o dia a dia desse momento proporciona uma significativa aproximação afetiva.

Período de adaptação

Viajar acompanhado faz com que o período de adaptação no novo país seja mais rápido e menos doloroso, uma vez que, mesmo em terras estrangeiras, é possível contar com alguém conhecido, fazendo com que o medo e a saudade de casa sejam amenizados.

Aprendizado do idioma estrangeiro

Se o intercambista não estiver familiarizado com a nova língua e não precisar utilizá-la, pois estará sempre acompanhado de outra pessoa que entende sua língua nativa, haverá a tendência de evitar o idioma estrangeiro, dando espaço para que, na maior parte do tempo, o idioma utilizado seja o seu idioma nativo. Por isso, é importante que o casal tenha disciplina e estimule um ao outro a aprender o novo idioma.

Amizades

Fazer amizade durante o intercâmbio é necessário, pois permite que se tenha contato com diversas culturas, já que é uma possibilidade de conhecer pessoas de várias partes do mundo. Além disso, também é um excelente estímulo para praticar e aprender o idioma estrangeiro. Então, é recomendado que o casal conheça outros intercambistas, não se isolando durante a viagem.

E, independentemente da escolha por um intercâmbio em casal ou sozinho, a tradução juramentada de seus documentos será necessária. Para isso, conte com os tradutores juramentados da Korn Traduções: a sua empresa de tradução!