Blog de Tradução

Traduções simultâneas na Copa do Mundo 2018 - Por Korn Traduções
17 July 2018

Traduções simultâneas: o gol mais importante da Copa do Mundo

A Copa do Mundo 2018 chegou ao fim. Foram 30 dias de torneio. 32 seleções classificadas. 64 partidas de futebol. Uma seleção campeã. Os números são altos. E eles aumentam se considerarmos todas as equipes de bastidores envolvidas: comissão técnica, equipe de arbitragem, fotógrafos, jornalistas para cobrirem o antes, durante e depois das partidas e, entre tantos outros, também os profissionais responsáveis pelas traduções simultâneas.

Com 32 países envolvidos, 32 culturas e os mais diversos idiomas, o inglês, por ser a língua universal, ajuda na comunicação interna do torneio. Mas é preciso levar em conta que nem todos possuem fluência nesse idioma. Além disso, as entrevistas e coletivas de imprensa precisam das traduções simultâneas para os idiomas dos países em que serão transmitidas, o que significa que a demanda por intérpretes especializados nesse nicho é grande.

O ambiente do esporte é cada vez mais propício para a atuação dos intérpretes. Segundo Annalisa Sandrelli, professora de Interpretação de Conferências da Universidade de Estudos Internacionais de Roma, “O grande interesse pelo futebol por parte da mídia, bem como a existência de atletas ‘imigrantes’ em clubes de elite, tem levado a um número crescente de entrevistas coletivas com jogadores e técnicos que não dominam o idioma do país onde trabalham”.

Esse cenário cria a necessidade de tradutores especialistas no segmento futebolístico, exigindo que esses profissionais estudem e se preparem com antecedência para trabalhar no torneio.

Vale ressaltar que a preparação dos profissionais de tradução é meticulosa, sendo responsabilidade do Serviço de Idiomas da Fifa orientá-los e treiná-los. Para isso, depois que a equipe de tradutores estiver formada, os profissionais de tradução recebem textos, documentos e glossários para se aprofundarem no tema e conhecerem os termos específicos do futebol e da Copa.

Além disso, de acordo com Estelle Valensuela, gerente da Unidade de Intérpretes da FIFA, faz parte do treinamento participar de eventos que antecedem a Copa, como o sorteio dos grupos e a Copa das Confederações. Para ela, “Essas ocasiões são ótimas oportunidades para adquirir mais experiência, trabalhar em parceria com o comitê organizador local da Rússia e saber o que esperar quando a Copa começar para valer”.

Quando falamos por aqui sobre a importância das traduções profissionais, sempre destacamos que os tradutores devem conhecer a fundo tanto os assuntos quanto às culturas que envolvem as traduções. E o mesmo é válido para as traduções simultâneas. É por isso que todos os intérpretes passam por uma criteriosa seleção antes de serem contratados. De acordo com Estelle, “Selecionamos profissionais experientes, que tenham um diploma de Interpretação de Conferências, sejam interessados por futebol e esportes e tenham também amplos conhecimentos gerais”.

Esses critérios não são à toa, já que impedimento, lesões, pênaltis ou lances duvidosos apitados pelo juiz são assuntos comuns tratados em entrevistas. Temas mais pessoais dos jogadores – como religião – ou mais específicos dos países – como política – também podem ser pauta das entrevistas e, portanto, os profissionais precisam estar preparados para traduzir, de maneira rápida e assertiva, os mais variados assuntos que surgirem.

FIFA e as traduções simultâneas

Embora a FIFA possua apenas quatro línguas oficiais (inglês, alemão, francês e espanhol), idiomas como português, árabe, coreano, japonês, entre tantos outros, também podem estar presentes no torneio mundial. Isso significa que cada entrevista ou coletiva de imprensa deverá ter as traduções para os quatro idiomas oficiais da FIFA, mais a tradução para o idioma nativo do país sede da Copa (no caso de 2018, russo) e, também, as traduções para os idiomas das seleções envolvidas na entrevista. Assim, em média, uma entrevista gera sete traduções simultâneas.

Por fim, a equipe de intérpretes possui uma coordenação que tem como função definir as duplas que trabalharão juntas em cada evento, de acordo com as combinações de idiomas, repassar informações essenciais, como horário e local de trabalho, e checar as condições técnicas do ambiente de trabalho. Dessa forma, para um torneio como a Copa do Mundo, há cerca de 50 profissionais trabalhando em 16 idiomas.

Entende-se que é necessária uma estrutura completa, detalhada e profissional para que todas as informações do torneio possam ser repassadas com excelência aos 32 países participantes da Copa do Mundo.

E o mesmo é válido para demandas menores de tradução simultânea. Caso você precise desse serviço para uma reunião, palestra ou outro tipo de evento, independentemente do porte, conte sempre com intérpretes profissionais. Para esse e outros serviços de tradução, incluindo tradução juramentada, conte com os intérpretes e tradutores juramentados parceiros da Korn Traduções: a sua empresa de tradução.