Tel.: +55 11 3078-4404 | E-mail: [email protected]

Blog de Tradução

Intercâmbio e experiências - Por Korn Traduções
19 March 2019

Intercâmbio: relatos de quem morou e estudou fora

Fazer intercâmbio traz inúmeras experiências, vivências e sentimentos.

Nesse processo, há quem se adapte com maior ou menor facilidade e até os que não conseguem se adaptar. Há, inclusive, aqueles que resolvem voltar antes do planejado ou que, pelo contrário, prolongam a sua estadia.

Independentemente do perfil, uma coisa é certa: todos voltam com muitos aprendizados e estórias para contar.

É o caso da Priscila Kamoi, que escreveu um texto para o site Nômades Digitais, relatando seu intercâmbio nos EUA. Ela é brasileira e, em 2009, decidiu terminar a faculdade na Baldwin Wallace University, em Ohio.

No texto, ela compartilha nove fatos e descobertas desse período de intercâmbio.

Abaixo, publicamos alguns deles:

1. Campus: estudo e residência

O Campus dessa Universidade possui 11 Hall Residences (prédios com dormitórios), que é onde os alunos moram. Também por isso, não acontece de os alunos faltarem às aulas porque pegaram trânsito, por exemplo. Na verdade, faltar é algo que causa tanta estranheza, que a Priscila contou que quando aconteceu com ela, um professor enviou e-mail perguntando o motivo de ela não ter ido à aula.

2. Comportamento em sala de aula

Aqui no Brasil, mesmo sentando longe do colega, não é incomum que os alunos colem uns dos outros durante uma prova. Mas, de acordo com o relato da Priscila, na universidade em que estudou, mesmo com os alunos sentando bem próximos em uma bancada, não existe a cultura da cola. Além de serem corretos nesse aspecto, eles também não chegam atrasados, não conversam durante as aulas e não possuem o hábito de xerocar os livros, mas sim, de comprá-los.

3. Amizade entre os estudantes

O esquema de matérias no EUA é diferente do que conhecemos no Brasil – lá, os alunos escolhem as aulas separadamente e de forma que completem os créditos necessários para sua formação, ou seja, não existe uma única turma durante todo o período da faculdade. Isso faz com que as aulas não sejam o principal ponto de contato entre os alunos. Por isso, existe a chamada Sororities, que são os grupos de mulheres, e Fraternities, que são os grupos dos homens. Normalmente, as pessoas de cada grupo moram no mesmo Residence Hall, são bem próximos e se ajudam dentro e fora da universidade.

4. Grade de aulas

O método de ensino dos EUA acredita na formação do aluno como um todo e, por isso, independentemente da área de estudo, todo aluno precisa escolher duas aulas de categorias obrigatórias, que são ciência, artes, educação física, música, religião e business.

Além desses aspectos direcionados à rotina da universidade, a Priscila também relatou os costumes dos americanos nos feriados, nas festas e nos esportes. Para ler o texto na íntegra, clique aqui

Tradução juramentada para intercâmbio

E, lembre-se: ao fazer um intercâmbio, é muito provável que seja necessária a tradução juramentada de seus documentos pessoais e documentos escolares. Da mesma forma, as traduções desses documentos também podem ser requeridas quando você voltar ao Brasil. Para isso, conte com a Korn Traduções: a sua empresa de tradução.