Pesquisar
Close this search box.

O mercado de tradução jurídica e os requisitos para o profissional da área 

|
tradução mercado jurídico

No dia 18/04 tivemos o prazer de participar do evento JATRADI – Jornada Acadêmica de Tradução & Interpretação, onde falamos sobre como é atuar no ramo de tradução jurídica, as qualificações obrigatórias do profissional da área linguística, como se adequar a segurança da informação e muito mais.

Você gostaria de se tornar um professional da área? Então confira esse artigo para saber tudo sobre o mercado de tradução jurídica.

Como acessar o mercado de tradução jurídica?

  • Buscar experiências e inserção no contexto: a preparação para o mercado de trabalho é fundamental, mas a prática irá ditar muito do sucesso profissional de quem está iniciando a caminhada. Buscar ter experiências na prática é primordial para poder preparar o futuro linguista para diferentes cenários, pois entender os contextos nos quais pode aplicar seu trabalho trará segurança nas atividades e a habilidade de ser resiliente frente aos desafios. Nesse contexto, buscar um estágio na área é uma das melhores formas de iniciar, pois o estudante terá a visão completa dos conceitos teóricos e a realidade de mercado.

 

  • Referências de mercado: para a escolha de estágio, o futuro linguista deve pesquisar com quais das empresas de serviços linguísticos ele se identifica (visão e valores, área de atuação, serviços oferecidos) e analisar se estão de acordo com as expectativas de aprendizado do estudante. Assim, o alinhamento de expectativas é antecipado, uma vez que irá se candidatar a empresas com atividades que têm a ver com seus objetivos de aprendizado e com o que o estudante deseja realizar ou aprimorar na rotina de estágio.

 

  • Aquisição constante de informações: saber o que se passa no mercado, seja em relação aos linguistas, academia (faculdades), empresas e o cenário dos serviços linguísticos no país ajuda a preparar esse profissional para saber quais serão as qualificações futuras para a profissão, quais são os desafios e cenários que as empresas enfrentam diariamente, como as faculdades e organizações educacionais estruturam suas grades para refletir a realidade do mercado e dar ferramentas que o linguista irá precisar para desempenhar bem as suas atividades, além de manter o futuro linguista informado sobre os desafios que o esperam. Para isso, acessar informações de fontes confiáveis é o melhor caminho: associações profissionais, organizações de referência em estudos linguísticos, empresas de renome no mercado, universidades que investem em compartilhamento de informações para melhor preparo de seus alunos.

 

  • Curiosidade sempre ativa: a melhor característica do tradutor ou linguista em geral é a curiosidade. Ela move o profissional e o impulsiona a sempre buscar novos conhecimentos, aprender sobre uma ferramenta inovadora, rever conceitos, encontrar um dicionário que vai ajudar em um trabalho, um novo curso para expandir o conhecimento a outros serviços e realidades. A busca contínua de aprendizados (Lifelong Learning) é o determinante para o sucesso em qualquer profissão e não poderia ser diferente para o profissional linguista.

 

Como encontrar uma empresa para estagiar?

Pesquisar quais são as empresas ou agências de tradução conceituadas:

Em sites de associações profissionais, no LinkedIn, buscando indicações de quem trabalha na área (nesses primeiros passos as indicações dos professores valem ouro), buscar empresas que aplicam padrões rigorosos de qualidade como certificações ISO.

 

Entender quais as áreas de especialidade dessas empresas:

com esses nomes em mãos, aprofunde sua pesquisa para saber em que áreas as empresas atuam e se têm a ver com os aprendizados que você quer incorporar. Na tradução técnica você encontrará opções de empresas cujo foco é a TRADUÇÃO JURÍDICA, TRADUÇÃO FINANCEIRA (como é o caso da Korn Traduções), área educacional, tradução médica, tradução audiovisual, transcrição e outros serviços relacionados. Se informe sobre os serviços e atuação da empresa no mercado, se tem relação com os conhecimentos que você aprendeu na faculdade, com as áreas nas quais você quer se aprofundar.

 

Traçar um plano entre o que você quer desenvolver de acordo com o que essas empresas oferecem:

Ampliar o seu conhecimento em Direito, Finanças, Medicina, fazer um curso extracurricular em tradução para legendagem, noções básicas de formatação para iniciar são boas alternativas para estar mais preparado a atuar em uma empresa de tradução. Além disso, garantir que os conhecimentos nos pares de idioma em que irá atuar são os mais abrangentes e variados podem te colocar em posição de destaque. Ótima aplicação da língua portuguesa (gramática, ortografia, sintaxe, semântica) e a mesma aplicação aprofundada no seu segundo idioma (seja o inglês, espanhol, francês ou qualquer outro). Nunca se deve presumir que já sabe tudo sobre o idioma por estudar em um curso específico (Letras, Letras Tradutor/Intérprete), e sim buscar sempre a atualização e a aquisição de mais conhecimentos.

 

Como é o estágio em uma empresa prestadora de serviços linguísticos?

Especificamente na área da Korn Traduções (tradução jurídica): o estagiário terá contato com a rotina de uma empresa, suas questões administrativas, regulatórias e com o início de várias das atividades que compõem os serviços entregues ao cliente. O estagiário tem acesso a diversos tipos de documentos, lidando com assunto variados e aprendendo como é a estrutura dos documentos e como essa estrutura é aplicada às CAT tools. Diversas habilidades são postas em prática: utilização do pacote Microsoft Office, ferramentas de editoração eletrônica, comunicação por sistema de gerenciamento de ordens de serviço e um caminho amplo de crescimento para a carreira de linguista. Abertura para áreas iniciais como:

  • Transcrição de documentos;
  • Diagramação e ajustes de formato em diversos documentos e áreas do conhecimento;
  • Formatação de documentos em geral (em diferentes formatos, meios e com especificações padronizadas e/ou solicitadas pelos clientes);
  • Conforme desenvolvimento, transmissão de conhecimento a novos pares.

 

Caminhos possíveis no mercado de tradução jurídica

Para se preparar para atuar com conteúdo jurídico, o profissional deve se familiarizar com os sistemas jurídicos dos países relacionados, caso o par seja ING<>PT o sistema da common law e da civil law, respectivamente a cada sistema dos países (EUA, Brasil, etc.) e entender quais são os conceitos similares e diferentes entre cada sistema.

Aproveite para conhecer os tipos de documentos traduzíveis: quais são as possibilidades de tradução de e para o inglês dentre documentos jurídicos? Petições, Processos, Contratos de todas as naturezas, documentação legal para entrada em mercados, formulários, Procurações, Atestados diversos.

Terminologia específica e critérios para escolha: na área jurídica não basta apenas conhecer termo + correspondente, é preciso estudar em quais contextos o jargão é aplicado, se esses contextos estão de acordo com o ordenamento jurídico do país do idioma para o qual se está traduzindo, eliminando ambiguidades e localizando o público-alvo do texto para um entendimento adequado dos conceitos. Não à toa, muitos tradutores jurídicos são também formados em Direito, tamanha a seriedade da aplicação desses critérios.

Especialização para aplicação de estilo e adequações necessárias ao texto jurídico: a leitura de textos jurídicos em português e em inglês auxilia na aquisição de vocabulário, mas também a entender o estilo aplicado aos textos. O discurso jurídico é pontual e cada termo ou expressão carrega conceitos muito específicos que aliados ao texto irão imprimir um caráter formal e de confiança no conteúdo traduzido. Quanto maior o entendimento dessas expressões e do discurso presente na área jurídica em dois idiomas, mais embasadas e necessárias são as decisões do linguista especializado nesse nicho.

 

Qualificações obrigatórias do profissional da área linguística

  1. Os profissionais devem ter curso superior completo em Tradução ou correlatos, sendo esses Letras – Tradutor/Intérprete, Letras – Linguística, ou Letras regular, desde que haja treinamento dentro dessas graduações para Tradução (por disciplinas obrigatórias ou eletivas).

 

  1. Os profissionais que tiverem curso superior completo em outra área que não Letras/Linguística e correlatos, devem apresentar no mínimo dois anos de experiência comprovada como tradutor/revisor ou pós-editor. Essa comprovação pode ser fornecida por meio de certificados de cursos de extensão ou especialização em Tradução/Pós-edição, pós-graduação ou mestrado nessas áreas, comprovação de prestação desses serviços linguísticos a clientes e/ou outras empresas de tradução por no mínimo dois anos, comprovação de associação à organização de classe (ABRATES, ATA, etc.), por no mínimo dois anos.

 

  1. Ou cinco anos de experiência comprovada como tradutor/revisor ou pós-editor, pelos mesmos meios de comprovação do item anterior.

 

Porque são necessárias essas qualificações conforme ISO?

  • Empresas certificadas devem cumprir com as exigências das normas em todos os serviços contratados: isso significa que independentemente de serem clientes diretos ou indiretos, esses contratantes exigirão que as equipes de linguistas para os projetos sejam compostas de profissionais que cumpram com as exigências de qualificação da norma.

 

  • Prestadoras de serviços linguísticos certificadas devem contratar freelancers que se adequem às normas: similarmente, as empresas de tradução devem garantir que todos os tradutores, revisores ou pós-editores (internos ou freelancers) estejam em conformidade com as qualificações, para poder atestar que os serviços entregues aos seus clientes estejam de acordo com a qualidade esperada e dentro dos requisitos obrigatórios da norma.

 

  • O profissional deve garantir o nível de qualidade esperado do seu trabalho: o linguista moderno deve aderir às normas nos quesitos em que esta compete à prestação de serviços, garantindo aos seus contratantes que cumpre com requisitos mínimos de qualificação para contribuir com os objetivos de qualidade de seu cliente (seja este uma empresa de tradução ou cliente direto) e assegurar que padrões de qualidade dos serviços sejam cumpridos e que ele entrega trabalhos com profissionalismo e dentro das melhores práticas de mercado, que é o que as normas ISO preveem.

 

Cumprimento com níveis de segurança da informação

A prestação de serviços linguísticos passa pelo tratamento dos dados de terceiros (sejam por documentos, acesso a informações sensíveis, informações dos clientes e pessoas relacionadas), presentes em uma diversidade de meios. É dever de todas as partes relacionadas zelar pelo correto tratamento desses dados em todos os estágios de tratamento, e no escopo dos serviços linguísticos não seria diferente. Ao tratar o texto, seja em tradução, revisão ou pós-edição, e em tantos outros serviços em que são utilizadas informações, todas as partes são corresponsáveis pelo sigilo e confidencialidade dos materiais.

 

A segurança da informação prevê que a CONFIDENCIALIDADE deve ser garantida para que informações não sejam divulgadas de forma não autorizada, que a DISPONIBILIDADE das informações utilizadas nessas atividades esteja restrita às partes que dela precisem para a realização dos serviços contratados e apenas para essa finalidade e que a INTEGRIDADE seja mantida para acesso das informações apenas quando necessário e de forma completa.

 

Na prestação de serviços linguísticos é primordial estar em conformidade com as leis e regulamentos vigentes de segurança da informação, e isso se estende a todas as partes que têm contato com essas informações. A Korn Traduções tem suas operações em total conformidade com os regulamentos vigentes, inclusive sendo uma empresa certificada pela ISO 27001, cumprindo com o que há de mais atualizado no tema e garantindo que todos os seus parceiros cumpram com as exigências. Especificamente com relação aos profissionais que prestam serviços linguísticos para a Korn, a empresa assina com seus freelancers Contratos de Confidencialidade vinculando as partes para cumprimento conjunto das especificações, fornece acessos a sistemas dedicados que foram projetados para a segurança no tratamento de todos e quaisquer dados em diferentes meios e monitora constantemente as entregas de toda a sua base para identificar e avaliar riscos relacionados ao tratamento de  dados.

 

Todas as empresas, clientes e profissionais prestadores de serviços devem cumprir com a LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS, que estabelece mecanismos para garantir que os pilares acima sejam aplicados e seguidos, com o objetivo de proteger a privacidade e as informações pessoais. A lei prevê sanções para todo e qualquer descumprimento de suas exigências, sendo aplicáveis a todas as partes consideradas violadoras. A anuência às exigências da Lei pode ser concedida pela assinatura de Contratos de Confidencialidade e também pela verificação do cumprimento conforme a norma relacionada (ISO 27001).

 

Como posso me adequar aos requisitos de segurança da informação?

Os profissionais devem assinar os contratos e garantir que cumprem com todas as exigências de segurança de seu contratante.

Também devem cumprir com o que a Lei Geral de Proteção de Dados exige, sendo dados pessoais próprios ou de terceiros e com todas as especificações que estejam relacionadas à prestação de serviços linguísticos

Caso o seu cliente ou empresa de tradução para a qual se candidatou tenha uma certificação ISO 27001, se informar sobre quais são os mecanismos de segurança aplicados e como cumprir da melhor forma com eles.

A Korn é uma empresa de tradução com quatro certificações internacionais: ISO 9001 – Gestão da Qualidade, ISO-27001 – Segurança da Informação, ISO-17100 – Serviços de Tradução e ISO 18587 – Serviços de Pós-Edição. Além disso, a Korn Traduções é a única empresa brasileira certificada pela ATC – Association of Translation Companies do Reino Unido. Suas certificações abrangem os seguintes serviços:

 

Pesquisar

Categorias

Posts Recentes

Compartilhar:

Áudio do WhatsApp: aprenda a usá-lo para produção de provas judiciais. Imagem ilustrativa do artigo.

Destaque

Áudio do WhatsApp como prova judicial: conheça a degravação

Quando falamos em áudio do WhatsApp, temos dois grupos: os que amam e os que odeiam. Porém, preferências à parte, muitos áudios do WhatsApp podem conter informações necessárias a um processo judicial. Uma das etapas de um processo judicial é…

Dicas

CONTATO

Precisando de serviços de tradução?

Korn Traduções, a sua empresa há
30 anos presente no mercado de Tradução
Juramentada e Tradução Livre

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.